quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Solteira com propósito

Propósito é aquilo que se pretende alcançar, é uma finalidade.
Então hoje escrevo para você que está solteira, mas............ vive por aí se lamentando e sofrendo (mesmo que escondido de todos).

Vejo um povo na Igreja pregando para solteiros sobre esperar, (que benção) mas as vezes o discurso não ajuda em nada quem está sofrendo as demoras de Deus. Como por exemplo: "Ahhh Deus te ama e te preencherá!"
Sim!!! Eu creio que só Deus basta! Mas vá dizer isso para aquela pessoa que tanto deseja uma companhia, um abraço, um beijo, um amigo(a), um namorado(a).... a pessoa que sofre a falta disso se irrita demais com essa frase: "Só Deus basta!". Porque as vezes ela está em Deus e mesmo assim sente solidão.

Na Teologia do Corpo, São João Paulo II fala da solidão como algo necessário as vezes e fala que Deus também está ali.
Adão esteve na solidão mesmo no paraíso com Deus ao seu lado.

Não se irrite com o pregador que diz "só Deus te bastará!" Quando falamos isso estamos dizendo que o amor de Deus te completa ao ponto de trazer equilíbrio para sua afetividade, para suas emoções.
Quando me sinto completa por esse amor de Deus estou afetivamente equilibrada para me relacionar e não faço do outro o centro da minha vida.

O amor de Deus não me isenta da solidão (as vezes necessária), mas me protege do desequilíbrio emocional.
Esperar em Deus é ter esperança.

A primeira coisa que você solteira precisa é deixar amor do Pai te completar.
A segunda é viver seu tempo de solteira com propósito!!!
Dê uma finalidade para sua vida nesse tempo.

O solteiro cuida das coisas que são do Senhor, de como agradar ao Senhor. O casado preocupa-se com as coisas do mundo, procurando agradar à sua esposa. A mesma diferença existe com a mulher solteira ou a virgem. Aquela que não é casada cuida das coisas do Senhor, para ser santa no corpo e no espírito; mas a casada cuida das coisas do mundo, procurando agradar ao marido.  (ICor 7, 32-34)

São Paulo nos diz nesse texto que o tempo de solteiro é perfeito para que você cuide das coisas do Senhor. Está aí um grande propósito para seu tempo de solteira!

Enquanto está solteira cuide das coisas que são do Senhor.

Se ainda não tem um chamado, um ministério, um grupo, uma pastoral, peça ao Espírito Santo que te revele para viver seu tempo de solteira com propósito!

Princesa solteira como anda sua vida, suas escolhas? Vamos dar uma finalidade para esse tempo?

Princesa solteira é princesa com propósito!

Mande-nos um e-mail ou deixe seu comentário dizendo como anda o propósito de sua solteirice. ;)

Paz e bem...



Curta nossa página: https://www.facebook.com/BlogParaPrincesas
Inscreva-se: https://www.youtube.com/user/blogparaprincesas
Contato: blogparaprincesas@hotmail.com


terça-feira, 15 de setembro de 2015

Sou uma mulher chata???

A Bíblia diz em Provérbios 21,9.19:
É melhor morar habitar num canto do terraço do que conviver com uma mulher impertinente.
Melhor é habitar no deserto do que com uma mulher impertinente e intrigante.
27,15s:
Goteira que cai de contínuo em dia de chuva e mulher briguenta, tudo é a mesma coisa. Querer retê-la, é reter o vento, ou pegar azeite com a mão.

Impertinente é alguém rabugento e mal -humorado ou seja, chato e reclamão!

E então eu lhe pergunto, porque será que a Palavra faz questão de direcionar a nós mulheres o possível defeito da impertinência?
No livro de Provérbios o pecado da ira é atribuído ao homem e o da impertinência a mulher.
Será que é porque as vezes somos chatas e reclamonas demais?

Uma mulher, Dra. Laura Schlessinger fez enquetes com homens casados para escrever seu livro "Do que os homens gostam", e descobriu que a reclamação universal dos homens é que a esposa criticava, reclamava e implicava demais, que complicava e raras vezes elogiava.

Pensar nisso está me fazendo rever minhas atitudes. Pois não quero que meu marido prefira o canto de um terraço, um deserto, ou ser como uma constante goteira. E você?

Reparando em mim pude ver o quanto fico insatisfeita com coisas pequenas e o quanto o irrito quando expresso minha insatisfação boba.
Por exemplo... ele me ajuda a limpar a casa, mas não gosto da maneira como ele faz certas coisas, ao invés de elogiar os pontos positivos do trabalho prestado para nossa família eu enfatizo o erro. Aí começa a nascer a mulher impertinente de provérbios.

Esses dias ele chegou em casa insatisfeito com o trabalho, triste e desanimado. Vi então uma oportunidade de ser diferente. Comecei a levantá-lo daquele estado de desânimo e falei (com muito custo) o quanto o admiro pelo profissional que ele é. Honesto, esforçado, inteligente e dedicado. Disse o quanto me orgulhava dele. Ahhh minha gente, parece que foi o santo remédio que ele estava precisando.
No outro dia ele voltou para a mesma situação no trabalho mas chegou aqui em casa outro.
Aprendi que posso e vou conseguir deixar de ser essa mulher chata e impertinente.

Li em um livro a história de uma mulher que foi a um conselheiro com páginas de reclamações contra o marido. Depois de horas ouvindo sem interrompê-la ele fez a pergunta:
- Se seu marido é tão ruim, por que se casou com ele?
Imediatamente ela respondeu:
- A principio ele não era assim.
Ele perguntou:
- Quer dizer que ele ficou assim porque se casou com você?

É claro que não estou aqui querendo dizer que se seu marido é difícil a culpa é sua, mas quero te fazer olhar por outro lado.
Ninguém casa para ser infeliz, você se casou porque queria fazer esse homem que hoje é seu marido feliz, estou certa?
Os defeitos dele que antes desapareciam em meio a tantas qualidades agora se tornam insuportáveis. Aí então você reclama, e pode me dizer: "tenho o direito de reclamar!"
Mas deixa eu te dizer algo...

Quando reclamamos de nossos maridos, estamos na verdade murmurando contra Deus que foi quem nos uniu!
É muito sério isso!
Fazei todas as coisas sem murmurações nem críticas,a fim de serdes irrepreensíveis e inocentes, filhos de Deus íntegros no meio de uma sociedade depravada e maliciosa, onde brilhais como luzeiros no mundo, a ostentar a palavra da vida. Dessa forma, no dia de Cristo, sentirei alegria em não ter corrido em vão, em não ter trabalhado em vão. (Fil 2, 14-16)
Vamos à pratica para deixar de ser essa mulher impertinente de Provérbios?...
Estou lendo um livro, que em breve conto a vocês, que propõe esses passos e achei muito interessante:

1º Entregue suas reclamações a Deus
Antes de sair falando com ele ou sua mãe, amigas, familiares, redes sociais, ponha seus murmúrios diante do Senhor. Eu sugiro que vá a um Sacrário e se não puder faça em casa mesmo sozinha. Diga para Deus tudo o que te irrita no seu marido. Fale como se fala com um amigo.

2º Aceite seu marido
Em Romanos 15,7: Por isso, acolhei-vos uns aos outros, como Cristo nos acolheu para a glória de Deus.
Aceite-o porque Cristo te aceita! A falta de aceitação resulta em duas coisas: A esposa tenta mudar o marido, ou ela se torna impertinente.
Ou seja, ambos resultados fracassados.
Não é fácil, mas o Senhor te concederá essa graça!

3º Mude sua oração para TRANSFORMA-ME ao invés de TRANSFORMA-O.
Seja você a mudança que tanto quer ver nele. E peça ao Senhor essa transformação.

4º Dominar a língua para não mais reclamar


O livro de Provérbios cita dois tipos de mulher, a impertinente e a virtuosa:

Uma mulher virtuosa é a coroa de seu marido, mas a insolente é como a cárie nos seus ossos. (12,4)
Uma mulher virtuosa, quem pode encontrá-la? Superior ao das pérolas é o seu valor. Confia nela o coração de seu marido, e jamais lhe faltará coisa alguma. Ela lhe proporciona o bem, nunca o mal, em todos os dias de sua vida. (31,10-12)

Qual das duas você decide ser?

Em tudo sê princesa!!!

Paz e bem...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...