segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Dependência Afetiva

Oi Princesas!  =)

Hoje passei por aqui para falar sobre uma coisa que infelizmente tem sido muito comum nos relacionamentos, a dependência afetiva. Quantas pessoas que você conhece, vem sofrendo desse mal né?! Ou quem sabe até mesmo você! Então aproveite para ler esse artigo e compartilhar com seus amigos.

A dependência afetiva, geralmente acontece quando eu condiciono a minha “felicidade” baseando-me em algum relacionamento, que por muitas vezes não é sadio.  Tem gente que não sabe viver sozinho, e fica arrastando um namoro sem futuro, mendigando amor, carinho, afeto...se você se reconheceu nessa situação, é melhor por um ponto final. Nós fomos criados para amar, e o amor só tem sentido se for para edificar, caso contrário perde o fundamento.

Sabe aquele casal que vive num eterno vai e volta?! Pois bem, esse é um sinal de quem vive a dependência afetiva. As vezes, a pessoa até reconhece que aquele relacionamento só faz mal, que aprisiona e assim se encoraja a colocar um ponto final naquela história.

No primeiro momento a pessoa sofre, chora, não pode ouvir tal musica, sentir tal cheiro...mas com o passar dos dias as coisas vão se ajeitando, a pessoa até começa dar passos rumo a liberdade, mas ainda não está liberto de verdade. Vez ou outra pergunta para um amigo se tem noticia do “ex”, dá sempre uma passadinha no Facebook para vigiar onde e com quem ele passou o final de semana, fica por horas relendo as conversas que tiveram no Whatsapp...de repente quando percebe já está mandando mensagem novamente, na intenção de ter atenção e logo na primeira oportunidade tem a famosa recaída e acaba voltando, com a desculpa de que não sabem viver um sem o outro.




Que erro hein!

Não tenha medo de romper definitivamente, não se prive de atravessar esse deserto.  Nos boicotamos o tempo todo quando não sabemos viver o desconforto que nos edifica.

Renuncia = Desconforto.

Saiba deixar para trás aquilo que te leva para trás. O desconforto bem vivido, nos torna melhores.

Não seja como o povo Hebreu, que enquanto caminhava rumo a terra prometida, murmuravam contra Moisés, sentiam saudades do tempo da escravidão e ficavam “chorando as cebolas do Egito”.


Deus te fez para a L-I-B-E-R-D-A-D-E.

4 comentários:

  1. Olá Fabiana, precisava falar com você, poderia me informar um contato?

    ResponderExcluir
  2. olá Carlos...
    O e-mail do blog: blogparaprincesas@hotmail.com / meu e-mail: fabianameloribeiro@hotmail.com
    ou pela página em mensagem: facebook.com/blogparaprincesas
    Cel/whatsapp: 16- 991197838
    ;)

    ResponderExcluir
  3. Esse é um ótimo tema. Gistei muito do meu ex. E hj estou tentando viver o "desapego" por mais que eu tente não consigo esquece-lo. Peço a Deus uma luz que me direcione para um outro caminho. Algo sadio que não seja doentio. Que o divino espírito santo, me dê uma oportunidade de viver um amor, mas com alguém que queira viver o mesmo comigo. Que assim seja.
    #Anne

    ResponderExcluir
  4. Ola. Poderia ter citado a fonte né? Texto de Padre Fabio de Melo... na íntegra !!!

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar seu comentário, ele é muito importante pra nós! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...