quarta-feira, 13 de maio de 2015

Que rótulos você tem? Quais tem colocado?

Deus nos dotou de um poder: a comunicação pela fala!
Esse poder pode edificar ou matar.

Morte e vida estão à mercê da língua: os que a amam comerão dos seus frutos (Provérbios 18,21)

A tempos o Senhor vem me alertando sobre erros que cometo ao falar. Por exemplo:
Olhar no espelho e dizer: "nossa, você está feia!" "que cabelo feio esse hoje!" etc...
Para o marido: "você nunca cumpre o que promete!" "não me ama mais!" "não toma atitudes!"etc...
Ao receber o salário do mês: "esse dinheiro não dá pra nada!"
Para os filhos: "esse(a) menino(a) é arteiro(a)!" "esse(a) é impossível!" "você é um chato!" etc...

Tem gente que faz pior, coloca rótulos ainda mais marcantes, pessoas que deveriam incentivar, levantar e edificar matam com palavras, e isso acontece principalmente na infância!

Meu filho teve uma professora que gostava de colocar rótulos nas crianças, nas reuniões ela dizia: o fulano é isso, ou aquilo, e sempre ressaltando os defeitos deles.
Um dia ela me disse que o Léo era desatento, não levava nada a sério e não iria evoluir. Na mesma hora eu repreendi em nome de Jesus aquele rótulo que ela tentava colocar no meu filho.
Eu disse: ele não é assim, em nome de Jesus, ele está assim e vamos descobrir o motivo.
Então ela insistiu e o comparou com o meu outro filho Gabriel, outra coisa que não admito.
E respondi: eles são diferentes e nada de comparações.

Sou mãe e sei que é muito difícil fazer silêncio e pensar antes de falar. Mas é preciso! Pois a morte e a vida estão à mercê da língua.

Um dia eu estava corrigindo o Léo, e ele me disse: "eu sou arteiro!" Fiquei um tempão pensando no rótulo que colocamos nele. Que peso é esse?! Por que colocamos essa característica negativa nele?!
Eu repeti várias vezes: Você NÃO é arteiro! E comecei a ressaltar as qualidades que ele tinha: Você é inteligente, prestativo, criativo, amoroso, cavalheiro, forte, tem potencial para ser um grande servo de Deus!
Pois me lembrei que a vida estava na minha língua, e precisava liberar pra vida dele a verdade!

Vamos juntas mudar nossa maneira de agir diante das situações, vamos profetizar na vida de nossos filhos, alunos, maridos. Ao invés de levar a morte, vamos levar a vida!

Outra historinha minha...

O Gabriel era um menino muito tímido e não conseguia enfrentar conflitos simples. Então o Senhor me fez lembrar de quando ele se afogou.
Contei pra ele que quando ele se afogou, soube mesmo bem pequeno enfrentar o trauma e hoje com 9 anos sabe nadar muito bem. Nunca, apesar do afogamento que sofreu com 3 anos, teve medo ou trauma de água.
Ele se sentiu um vitorioso e conta essa história pra todo mundo.

Toda vez que ele tem medo, ou tem alguma dificuldade que precisa enfrentar sozinho eu digo: Um afogamento não pode te parar! Você sabe nadar!!!

Quero dizer a você que carrega rótulos pesados, por causa de familiares sem discernimento, traumas da vida, por causa de relacionamentos destrutivos: NÃO PARE NO AFOGAMENTO! VOCÊ SABE NADAR!!! TEM POTENCIAL PARA SER UMA GRANDE SERVA DO SENHOR!!!

Libere a vida pra você mesma, e para quem Deus te confiou! Profetize!

O falador fere com golpes de espada; a língua dos sábios, porém, cura. (Prov 12,18)

Deus nos ajudará!

Paz e bem...








4 comentários:

  1. refletindo aqui....... gosto muito da maneira como escreve e vê as coisas da vida! Jesus te abencoe!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom , me ajudou muito Deus abençoe

    ResponderExcluir
  3. Muito bom , me ajudou muito Deus abençoe

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar seu comentário, ele é muito importante pra nós! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...