quinta-feira, 24 de julho de 2014

Tirando dúvidas: Ele é ateu. E agora? #vídeo

Olá princesas,

Viemos hoje com novidades...

Nosso "tirando dúvidas" de hoje será em vídeo!!! ebaaaa......   \o/ \o/ \o/

Recebemos um e-mail de uma princesa que nos conta sua história e pede um direcionamento.Ela nos autorizou e gravamos.
No começo ficamos meio sem jeito, mas depois passou e ficamos a vontade.
Espero que ajude.

Caso você também queira um vídeo com sua dúvida, nos mande um e-mail:
blogparaprincesas@hotmail.com

Assista, compartilhe e se inscreva em nosso canal:




Link do texto que fala sobre jugo desigual: http://blogparaprincesas.blogspot.com.br/2013/09/ele-e-de-outra-religiao-e-agora.html
Link do vídeo do Padre Paulo sobre ateísmo: https://www.youtube.com/watch?v=4kQyqrJ1vOQ


Paz e bem...

4 comentários:

  1. Nossa muito boom, eu já passei por isso, o meu ex era protestante, foi a Santa Missa comigo só uma vez no começo do namoro, a pior coisa é ir a igreja sozinha, não deixava de ir, mas sofria muito por ter julgo desigual com ele, não só na religião mais em vários outros aspectos. Quero um namorado que vá comigo na Igreja, e depois da Missa ir tomar sorvete, deve ser muito bom, nunca tive isso.

    A paz de Jesus...

    ResponderExcluir
  2. Vocês agiram com preconceito por ouvirem a pessoa errada.
    O Padre Felipe Aquino é integro mas não ouçam o que o Paulo Ricardo diz, ele só sabe propagar o ódio.

    Vejam aqui o que dizia Nietzsche, e porque ele tinha raiva da religião:
    https://www.youtube.com/watch?v=9TN8nV9cBCc

    Um ateu vive imerso em um mundo de religiões, mais até do que vocês duas imaginam. Os descrentes (assim não parece que é necessário existir algo para negar) lidam bem com espíritas, muçulmanos, umbandistas, budistas, etc., e até mesmo com cristãos. Só que com esses últimos eles não aceitam a intolerância que não é vista nas demais.

    Um ateu assiste a missas sem problema, ainda que não façam sentido para ele, mas não tente forçá-lo a ser o que ele não é. E não permita que ele o faça contigo. O Profeta Gentileza deturpou uma frase: ele escreveu "Gentileza gera gentileza". Pois eu vou deturpar também: tolerância gera tolerância, ou compreensão gera compreensão.

    Um ateu pode ser um bom crivo se você está fazendo algo errado ou não. Assim você pode se livrar de certos vícios contidos na sua religião. Estou certo que se você compreendê-lo acabará se tornando mais interessante para ele.

    Numa outra frase que alguém por aí disse, "amai-vos uns aos outros", não há nenhuma condição, tipo "amai-vos uns aos outros, mas só se...". Da mesma forma, a frase "amai os vossos inimigos" é um reforço da anterior, como se dissesse "mesmo nas piores condições, amai-vos uns aos outros". Deve ser de alguma outra fé, pois não vejo padres e pastores pregando ou praticando isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deturpou tudo o que dissemos! De propósito ou por ignorância não sei. Poderia tentar te explicar, mas acho que não adianta.
      Não escutamos pessoas erradas, vc que pelo visto só escutou o que quis. A Igreja é a coluna e o sustentáculo da verdade, NADA do que vc disser muda isso.
      Preciso corrigi-lo:
      O Felipe Aquino NÃO é padre, é professor!
      O Paulo Ricardo é PADRE e sua missão tem sido propagar a verdade. Mesmo que doa em alguém, a verdade liberta, quem se deixa libertar.
      Confesso que não assisti o vídeo que propôs, porque não me interessa saber porque ele odiava a religião. NÓS AQUI amamos a nossa, pois ela nos liga a Deus. Eu sou Igreja! Eu sou católica.
      Não estamos tentando FORÇAR um ateu a ser o que ele não é. Só estamos direcionando uma CRISTÃ.
      Esse "alguém por aí que disse" É JESUS!!!! E vc pelo visto não O conhece. Então por favor não venha me dizer que não vê padres pregando ou praticando isso. Não fale do que não conhece.

      Excluir

Obrigada por deixar seu comentário, ele é muito importante pra nós! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...