quinta-feira, 13 de junho de 2013

Sexo oral,anal e motel. Posso???

Fiquei muito feliz com a repercussão do artigo falando sobre sexo. Fazia tempo que queria escrever pra vocês, mas estava receosa pois recebo tantas histórias, que as vezes temo que a pessoa por se identificar demais se sinta acusada e essa não é minha intenção.

Quero e vou falar mais sobre este tema, já que temos tantas dúvidas né?!
Hoje vamos falar sobre sexo oral, anal e motel.

Acho que você já entendeu que sexo só no casamento! 

Todo o artigo de hoje é voltado para o casamento certo?!

A pergunta mais feita nesses últimos dias: O que posso fazer no ato sexual com meu marido?
Vamos lá...

SEXO ANAL? Pode?
NÃO! Por que?
Porque não é natural. Portanto não é moral! 
O importante é que o ato sexual seja consumado de maneira natural, normal, com a possibilidade de estar aberto a uma nova vida. 
Pode entrar vida num lugar onde só sai o que é lixo? (desculpa a brincadeira rsrsrs)
E outra irmã, o lugar é feito pra sair as coisas e não entrar! 
Não há prazer ali. Se você fez e sentiu pode ter certeza que não foi o ato em si que te deu prazer.
Vamos ao versículo:

Do mesmo modo vós, ó maridos, comportai-vos sabiamente no vosso convívio com as vossas mulheres, pois são de um sexo mais fraco. Porquanto elas são herdeiras, com o mesmo direito que vós outros, da graça que dá a vida. Tratai-as com todo respeito para que nada se oponha às vossas orações. (I Pe 3,7)
Comportai-vos sabiamente. Ou seja, tenha inteligencia o suficiente pra saber que o anus não é lugar de sexo. E que temos direito da graça que dá a vida. E qual a graça neste caso? O prazer sexual irmã. É... você tem direito! Põe seu marido ler o blog. kkkk...

MOTEL posso? NÃO!
Não posso ir ao motel mesmo sendo com meu marido? Por que???

É preciso primeiro entender o que significa fazer sexo com seu marido. É um ato sagrado. Uma pessoa não pode doar nada maior a outra do que a si mesma. (you cat 407) 
Entendendo o sentido do sexo, é preciso entender que este leito é sagrado.
“Vós todos considerai o matrimônio com respeito, e conservai o leito conjugal imaculado, porque Deus julgará os impuros e os adúlteros” (Hb 13,4).
Sua cama é um leito sagrado, você não precisa ir para um motel para viver bem sua vida sexual, lá no motel é um lugar de pecado, e mesmo que você esteja com seu marido, que seu ato seja sagrado, ele será manchado pelo lugar de pecado. Moséis na presença de Deus tirou as sandálias porque o solo que ele pisava era santo.
Nós cristãos não podemos frequentar lugares de adultério e fornicação.
Me lembro de uma pregação do Padre Roberto que ele dizia ter ido abençoar um prédio onde tinha sido um motel, e dali saiam espíritos malignos, porque o lugar se tornou consagrado de satanás por tudo o que é vivido ali.
Se você tiver o dom do discernimento irá perceber que o lugar não é de Deus, irá se sentir mal ali e não suportará ficar.

E tem outra... pra que motel??? Me diga... pra que essa bobagem? Tem lugar melhor do que aquele aconchego que temos em casa, no nosso lar?!
Sabe quando você lava os lençóis  fica aquele cheirinho de amaciante, aquele lugar onde você celebra seu amor... não tem lugar melhor.
Quer uma noite diferente? É bom também.
Então faça acontecer! Já dei dicas aqui.

O que acontece conosco (casadas)... chega um ponto que a rotina sufoca, é sempre daquele jeito, no mesmo lugar e vai ficando chato (assunto pra outro artigo né?!rsrsrs).
Aí seu marido não é criativo, e ouvimos uma propaganda, assistimos na televisão ou em filmes dicas pra esquentar a relação, e logo pensamos que o que irá "esquentar" a relação é algo externo. Quando de fato o orgasmo que terei mais tarde começa na minha cabeça mais cedo.
O que fez aquela noite ser inesquecível não foi o lugar e sim tudo que começou com o carinho do seu marido, com as coisas que você pensou durante o dia, com as coisas que organizou. Todo o preparativo externo mexe com nosso interno. Entende?
Homem é visual, mas mulher é ouvidos, toque, carinho, romance. Tendo isso... ahhh menina... se joga amiga! kkkk... Não vai precisar de esquentar mais nada! 

SEXO ORAL, posso???

Assisti um dia o programa da canção nova trocando ideias, o professor Felipe disse que o sexo oral como forma de caricias pode, mas não posso consumar o ato com o sexo oral. Ou seja, boca não é lugar de sémem. Ele disse que é legítimo que o marido prepare sua mulher  com as carícias que ela precisa e que aceita para chegar ao orgasmo com ele. Mas que o ato seja consumado de maneira NATURAL.

O que é válido no ato sexual do casal? Aquilo que é natural. Não é natural o sexo anal; logo não é moral. É legítimo que o marido prepare a mulher com as carícias que ela precisa e que aceita para chegar ao orgasmo com ele. O importante é que o ato sexual seja consumado de maneira natural, normal, com a possibilidade de estar aberto a uma nova vida. O casal  não precisa ir para um motel para viver bem a vida sexual; ali é um lugar de pecado (adultério e fornicação) e o casal cristão não pode frequentar esses lugares e fomentar a sua propagação. (Professor Felipe Aquino)
POR FAVOR, entenda: Não pense que o Senhor quer te privar do que é bom, Não é isso! 
Pelo contrário, o Senhor quer que você conheça o que realmente é bom!
O "não" de Deus é para te proteger. E nesse caso, para proteger sua família, seu casamento.

Experimente viver a castidade em seu matrimônio, experimente a pureza sexual em sua vida e colha as bençãos!!!

Paz e bem...


Curta nossa página no face: https://www.facebook.com/BlogParaPrincesas

56 comentários:

  1. nossa Fabiana.. vc explica tao bem. Obrigada por existir hahahaha... Deus abencoe.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns! Você foi clara e objetiva!

    ResponderExcluir
  3. Fá, parabéns!!! Ficou super esclarecedor... e pra nós solteiras temos a chance de aprender mesmo antes do casamento!!! Deus te abençoe sempre!!!

    ResponderExcluir
  4. Sempre na relação com meu marido ficava na dúvida e com sentimento de culpa, fui abençoada hoje qdo li aqui suas explicaçoes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muitas mulheres passam por isso, daí a importância de falar sobre o assunto com a luz da Palavra e do catecismo da Igreja. Fico feliz...

      Excluir
  5. Respostas
    1. A masturbação será assunto para o próximo post sobre sexualidade. Aguarde... kkkk

      Excluir
  6. SOU MUITO IMPACTADA PELAS SUAS PALAVRAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É porque o Espírito Santo usa de quem quer e como quer. Ele pode falar com você de diversas maneiras, basta você estar atenta. Isso não faz do instrumento eficaz, porque eficaz realmente é a Palavra de Deus. Obrigada por estar conosco. :)

      Excluir
  7. Essas são dúvidas muito frequentes, parabéns pela iniciativa!
    Deus abençoe! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amém Ariane!!! Realmente essas dúvidas são importantes de serem esclarecidas para que possamos andar dentro da vontade de Deus e assim sermos plenamente felizes!

      Excluir
  8. Mais uma vez maravilhoso post e muito bem explicado,

    Inclusive na quinta eu apliquei a minha célula uma dvd do pastor Claudio Duarte, achei no youtube para quem quiser http://www.youtube.com/watch?v=WJnW7zRjdvM

    e fala exatamente isso, e uma coisa que chamou foi sobre o sexo anal, eu sempre soube que era errado, e ele explicou de uma forma muito simples, é comprovado na medicina que para realizar o sexo anal é necessário que use camisinha, ou seja, é preciso proteção, entende-se que, se seu marido precisa se proteger para realizar um ato sexual com sua esposa, é porque não não é saudável...

    Fabi assista o vídeo, tenho certeza que vai adorar!
    bjão a PAZ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Assisti o vídeo. Ele é muito engraçado... kkk.. mas falou a verdade. Bjs..

      Excluir
  9. Penso o seguinte: quando o marido pede, é porque ele tem um desejo ou fantasia sexual que quer realizar com sua esposa. Toda negativa traz como consequência a frustração da não realização que, somada a varias outras pequenas frustrações do dia a dia, vão esfriando o relacionamento do casal. Eu pratico sexo oral e anal com meu marido a muitos anos e nossa intimidade e amor nunca foram tão grandes. Acho que na hora H o bom senso do casal deve prevalecer.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que esfria um relacionamento não é a falta de realizações e fantasias sexuais e sim a falta de alicerce em Deus!!! A mulher virtuosa não é aquela que faz o que o marido pede, e sim o que pede o Senhor!
      Está na hora irmã, de rever seus conceitos com base na Palavra de Deus, e assim experimentar a verdadeira intimidade e amor!
      TODO ESTE ARTIGO é com base na Palavra e no catecismo da Igreja, só pode vivê-lo quem tem como centro Jesus.
      Canso de ver mulheres que não abrem mão de práticas mundanas por "achismo", a hora é de pensar... a quem quero servir? a quem quero agradar? a quem vou obedecer?

      Paz e bem...

      Excluir
  10. mas partindo do princípio de que o anal não é "natural", não o seria também o oral. Então apenas o vaginal estaria "liberado", o que convenhamos seria BEM monótono. Acho que estando bem para as duas partes, e sendo casados, as três "modalidades" são ótimas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. partindo do principio que falo com uma mulher virtuosa, portanto, desejosa em tudo ser cristã de verdade, vamos lá... o sexo oral que cito aí, na verdade ele não pode ser chamado assim, uso esse termo para que todas possam entender. COMO BEM EXPLIQUEI o sexo oral pode ser feito como maneira de carícia, como uma preliminar. O nome correto que poderíamos chamar é caricia ou preliminar oral. Ou seja, uso antes do sexo para preparar e ser preparada para o ato fecundo que é o sexo. E DEFINITIVAMENTE NÃO, o sexo anal não é ótimo, nem para seu corpo nem para sua alma. Pare de tentar fazer "as vontades" ilícitas do seu marido e se atente para a vontade de Deus. O sexo anal traz prejuízos para seu corpo muito sério, e não é natural, portanto não é licito.

      Excluir
  11. "A mulher virtuosa não é aquela que faz o que o marido pede, e sim o que pede o Senhor!" Olha, complicado isso de levar TUDO para o campo espiritual. Se a mulher for pensar por aí ("o que o Senhor faria?") ele não ficaria de quatro para o marido e possivelmente a relação seria papai e mamãe, feito por um buraco de lençol.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não separamos o corpo do espírito, e se soubesse a pureza que há no ato sexual não deixaria Deus de fora. Lembrando que tudo o que ensino aqui é destinado para a mulher cristã, católica. Se não é, de fato NUNCA vai entender o que é o Senhor e que lugar ele ocupa em nossas vidas.
      "o campo espiritual" é tudo que vou levar para a eternidade!
      Paz e bem...

      Excluir
  12. "Penso o seguinte: quando o marido pede, é porque ele tem um desejo ou fantasia sexual que quer realizar com sua esposa. Toda negativa traz como consequência a frustração da não realização que, somada a varias outras pequenas frustrações do dia a dia, vão esfriando o relacionamento do casal. Eu pratico sexo oral e anal com meu marido a muitos anos e nossa intimidade e amor nunca foram tão grandes. Acho que na hora H o bom senso do casal deve prevalecer."

    Perfeito o comentário. Mulher prudente e que vigia a felicidade do casal e não apenas a própria.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Me desculpe a clareza irmã... mas você é outra que "pensa" errado! "Pensa", como pensa o mundo, e na Igreja somos o oposto do que mundo é. Somos mulheres virtuosas, princesas do Senhor, essas buscam agradar a Deus.
      Não estou aqui para te proibir de "pensar", minha missão é mostrar a verdade. Verdade essa que tem como base a Palavra de Deus e o catecismo da Igreja. Se quer "pensar" diferente do que pensa a Igreja nada posso fazer. Se quer fazer anal com seu marido, se quer prejudicar seu próprio corpo e seu casamento em troca de uma "satisfação,desejo ou fantasia" que não lhe traz beneficio algum, também nada posso fazer.
      O que posso e para sempre farei é te mostrar o caminho.
      Como respondi para a dona do comentário, o que esfria o relacionamento é a falta de Deus, falta de princípios cristãos, falta de TEMOR à Deus. E sim, a mulher prudente vigia a felicidade do casal. Agora lhe faço uma pergunta para sua reflexão: É possível viver a felicidade onde não se faz a vontade de Deus?

      Paz e bem...

      Excluir
  13. Até aqui só vi você comentando sobre a sua felicidade. Nossa felicidade é algo muito bom. Mas se não pensar também no companheiro virá logo, logo um pedido de divórcio, ou pior, uma traição. Sexo, assim como tudo na vida do casal, deve ser feito com base no diálogo. Se não gosta de algo, converse com seu marido e pergunte como ele se sente. Dizer "isso eu não faço, é coisa de mulher fácil" é o que criou o pensamento errôneo de existir uma mãe para os filhos e outra para se ter prazer. A igreja sangra cada vez mais com divórcio separando famílias e por coisas bobas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quando falo da minha felicidade, é dando testemunho de que pode dar certo pra você também.
      Concordo que tudo deve ser feito no diálogo, mas não deixo a verdade de fora do meu diálogo. Dizer "isso eu não faço", é coisa de mulher que casou com o homem errado. kkkk...
      Pois no sacramento do matrimonio dizemos: isso não fazemos! O porque deixei explicadinho no artigo.
      A Igreja sangra cada vez que o divórcio separa famílias e cada vez que o pensamento mundano entra dentro de nossos lares.
      E não! Minha sexualidade não é coisa boba!

      Paz e bem...

      Excluir
  14. Novamente "a MINHA sexualidade não é coisa boba". E a do homem é? O certo seria você dizer "NOSSA sexualidade" - a sua e a de seu marido. Será que um homem topa se casar com uma mulher sem sexo oral e anal, e ficar ok com isso? É preciso pensar que os dois assumiram o compromisso de fazer um ao outro felizes. O cara resolve ficar com uma única mulher pelo resto da vida e essa sequer vai tentar ser boa de cama? Como poderemos reclamar quando vier o esfriamento da vida sexual, ou o distanciamento, palavras ríspidas do marido?

    Tenho visto amigas minhas criadas com essa ideia de colocar o lado espiritual todo o tempo e isso me assusta. Várias se separaram e ficaram se perguntando o que aconteceu."Como isso aconteceu? Como ele me deixou? E nem foi com uma mulher estudada ou mais bonita do que eu!" Mas ela fazia o que você não faz! Nada na Bíblia condena nada disso, entre esposa e marido. No quarto do casal, eles é que decidem o que é ou não prazeroso, sadio ou humilhante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ô querida... quando digo "meu" se tratando do matrimonio, certamente me refiro a ele também, pois somos UM!
      Se o cara não topa se casar com uma mulher que tem príncipios cristãos, que procure outra. Se ele se casou comigo, é porque comunga das mesmas convicções. E não preciso te levar pra casa para te fazer ver isso. Disse e repito: não há felicidade fora de Deus. E não posso deixar Deus, ou como vc diz "o lado espiritual" de fora, pois Ele é o centro das nossas famílias.
      O esfriamento da vida sexual, distanciamento, palavras rispidas, virão quando deixarmos a comunhão, a confissão, a oração de fora. Quando passarmos a viver conforme os moldes do mundo.
      Sabe o que faço que muitas outras não fazem? Rezo pelo meu casamento, marido, filhos. Sabe outra coisa que faço que muitas também não fazem? Respeito meu corpo, e o corpo do meu marido como sendo templo do Espírito Santo. No quarto, ou em qualquer lugar da família cristã somos nós que decidimos o que é bom, desde que não haja pecado aí.
      Agora se quer saber passagens bíblicas e trechos do catecismo que indica toda a verdade, leia novamente os artigos que vem comentando sem parar!

      Paz e bem...

      Excluir
    2. Ah, eu vi as "referências".

      Do mesmo modo vós, ó maridos, comportai-vos sabiamente no vosso convívio com as vossas mulheres, pois são de um sexo mais fraco. Porquanto elas são herdeiras, com o mesmo direito que vós outros, da graça que dá a vida. Tratai-as com todo respeito para que nada se oponha às vossas orações. (I Pe 3,7)

      "Comportai-vos sabiamente. Ou seja, tenha inteligencia o suficiente pra saber que o anus não é lugar de sexo. E que temos direito da graça que dá a vida. E qual a graça neste caso?"

      É sério? Estava pensando ao menos que fosse usar Deuteronômio, para se apoiar no exemplo dos sodomitas (homossexuais). Agora essa passagem de Pedro para justificar a proibição de sexo anal? Francamente, irmã. Difícil.

      E sobre o oral? Onde está? Vamos nos pautar à luz da Bíblia, ou no achômetro, tendo o mesmo discurso de mulheres dos anos 50?

      Excluir
    3. Todo o artigo é com base bíblica e da IGREJA. E está tudo explicado ali. Que bom que conhece o texto dos sodomitas, bom que nem preciso explicar mais sobre o sexo anal. A Igreja no catecismo, e nas catequeses do Papa João Paulo II sobre teologia do corpo (livro que estou estudando atualmente), deixam bem claro, que o que não é natural não é moral! Mas vc pode ir viver na imoralidade se assim decidir, estou aqui para ensinar MULHERES CRISTÃS, católicas. Amém?

      Sobre sexo oral, te ensino o que ensina a Igreja, basta digitar no google sexo oral catecismo da Igreja que achará fontes confiáveis explicando o mesmo que eu.

      Nos pautamos à luz da Bíblia e da Igreja, e NUNCA no achometro, como faz você.

      Mas você nem sequer entende a finalidade do sexo, não vai mesmo entender todo o resto. Eu me rendo kkkk...

      Deixo aqui blogs católicos que explicam o mesmo (com base na Igreja):
      http://www.tradicaoemfococomroma.com/2011/12/sexo-oral.html
      http://formacao.cancaonova.com/afetividade-e-sexualidade/vida-sexual/harmonia-sexual-entre-o-casal/
      http://formacao.cancaonova.com/afetividade-e-sexualidade/sexo-no-casamento-vale-tudo/
      http://ocatequista.com.br/archives/12537

      Ja deixei pra vc links e livros, agora irmã... estude se de fato se interessar. Não me canso de estudar, não me canso de evangelizar. Faça o mesmo, pois percebo que é uma mulher inteligente. Seja sábia e se renda ao amor de Deus que só quer seu bem!

      Excluir
    4. Preciso te agradecer por todos esses comentários... eles servirão como base para um retiro que iremos pregar em breve. Esses "pensamentos" mundanos incutidos na Igreja nos faz denunciar e anunciar mais eficazmente. Obrigada por expor o que pensa. Mesmo que eu não concorde, te respeito e espero que encontre o caminho, a verdade e a vida. Super entendo você... já fui assim. Me rendi ao estudar a sexualidade a luz da Igreja. Graças à Deus, a tempo de viver a plenitude da felicidade da vida sexual em meu casamento. Por isso não me canso de evangelizar, para que como eu muitas tenham essa graça.

      Excluir
    5. Acho, Fabiana, que está faltando Bíblia nos seus textos. Ao dizer que a Igreja é contra uma prática e usa uma passagem de Pedro falando que o marido de ser sábio para justificar esse ponto é nítido que você está forçando a barra. Está direcionando o conteúdo para um gosto pessoal seu. É preciso muito cuidado ao dizer que o seu ponto de vista é o verdadeiro.

      Os exemplos encontrados na Bíblia são categóricos e sem chance de falsas interpretações, por mais que os homens gostem de distorcer o que lá está escrito. Ah, e eu li muito sobre isso. Não há menção de sexo oral e anal entre mulher e marido. O que existe é uma proibição a pessoas do mesmo sexo, bestialismo, adultério e outras práticas.

      Há mulheres que sentem prazer em qualquer uma das três "modalidades" com seus respectivos maridos. Outras não. Novamente, as pessoas tem autonomia para decidirem como conduzir suas vidas sexuais. O Senhor nos fez inteligentes para isso. Resumo: você é casada? Na sua vida sexual, dentro do seu quarto, são vocês que decidem o que é prazeroso. Sexo é algo para ser vivido, reiventado. Olhar para a relação com seu cônjuge cheia de limitações é um tabu que tem levado inúmeros ao divórcio. Vamos nos embreagar mais de amor e deixar o achômetro de lado.

      Excluir
    6. Irmã, você acha demais!KKKK.... Comece a achar o que DIZ o Senhor. A Igreja é o sustentáculo da verdade, a Bíblia veio dela. A Igreja me diz não, claramente, a Bíblia me indica. MINHA OPINIÃO pouco importa diante da verdade absoluta da Palavra do Senhor, seja ela descrita claramente na Bíblia, interpretada pela Igreja, ou descrita em documentos e catecismo da Igreja.
      Na minha vida ( e assim de todo cristão) eu decido viver a vontade do Senhor, que é BOA, PERFEITA, e AGRADÁVEL!
      Quando eu estiver sem o amparo da VERDADE, aí pode me acusar de achometro. Mas enquanto estiver amparada pela Palavra de Deus e de sua Igreja.... ahhh irmã................. não DESISTO JAMAIS!!!!!!!!!!!!!!! JAMAIS!!!!!!!!!!!!!! Não falo de conceitos meus, e por favor leia coisas confiáveis, fontes confiáveis. Me mostre um documento da Igreja que libera o sexo anal, que libera o sexo oral, sexo tem a finalidade de unir e procriar, anus não procria, se o esperma fica na sua boca tbm não há procriação. Nunca conheci mulher que sente prazer no anus, sem contar os prejuízos causados no corpo que ficarão. Não há unidade num sexo onde os dois não sentem prazer. Nós mulheres cristãs, nós casais tementes à Deus não temos tabus ou limitações, vivemos e experimentamos a verdadeira liberdade de sentir e viver a plenitude da sexualidade, escolhemos a melhor parte, e na minha casa NÃO entra imoralidade!
      Vc pode comentar um trilhão de coisas sobre seus conceitos, eu FICO COM A IGREJA! EU ESCOLHO A VERDADE!
      Como já te disse... esteja a vontade para fazer o que quiser, mas não venha querer me convencer que este é o caminho, pois não é. Repito: entre seus conceitos e os da Igreja: ESCOLHO A IGREJA!!!

      Excluir
    7. Eu não escolho "os conceitos da Igreja", escolho os da Bíblia, a Palavra Sagrada. São coisas bem diferentes. Notei que não posta passagens da Bíblia e para justificar que algo é proibido cabe a você o ônus da prova. Não há nada lá sobre o tema. Ah, e muita gente já tentou achar. rs

      Notei também que resolveu fazer as vias de médica, falando até de um suporto mal que sexo oral ou anal podem fazer ao corpo. O esperma é uma das substâncias mais limpas produzidas pelo corpo. E tem que ser assim, já que é daí que se origina a vida. Da mesma forma, o sexo anal não causa danos a saúde da mulher, se praticado corretamente.

      Curioso você falar que mulheres "não sentem prazer" com essas práticas. Em muitos anos trabalhando com ONGS e sexualidade, não faltam relatos de mulheres que dizem que sem uma dessas modalidades, o sexo não parece completo. Outras dizem preferirem o prazer anal ao vaginal. Cada caso é um caso.

      Meu conselho é: 1- não fale por todas as mulheres. 2- não fale que se baseia no que a Bíblia diz, se não postar os trechos apropriados. Citar fontes é algo que se espera em qualquer defesa séria de um assunto.

      Excluir
    8. Você está no blog errado! Me pergunto: o que veio fazer aqui? Não escolher a Igreja é o mesmo que não escolher a Bíblia. Pois a bíblia veio da Igreja.
      Por favor procure outro blog. Aqui definitivamente não é seu lugar. Nada aqui vai te agradar. E nem seus conselhos vão me servir, ou servir para mulheres que por aqui passam!
      Obrigada e Adeus...

      Excluir
  15. Mas que paciência vc tem hein Fabiana? Parabéns por responder tantas e tantas vezes alguém que provavelmente não é cristã, muito menos católica. Ela entende muito pouco das coisas do Senhor, e tem razão, o que faz aqui?
    Acompanho seu blog a muito tempo e fiz questão de comentar para vc não desanimar por causa de uma minoria. Tanto aprendo aqui com sua simplicidade ao falar de assuntos tao polêmicos.
    Que Deus e nossa Senhora fortaleça sua missão, e te abençoe.
    Bloqueie os comentários desse anonimo aí, ela não quer entender e ficar explicando o explicado nao vai adiantar nada.
    Estamos juntas princesa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nunca quis bloquear os comentários, pois acredito que muitos testemunhos e declarações "anônimas" são muito importante para construção de nossas formações. Portanto, não posso bloqueá-los.
      Obrigada pela preocupação com um possível desanimo meu, e tenho a real noção de que são minorias, não me afetou não! kkk... Eu procuro responder TODOS os comentários, independente se concordo ou não.
      E o que fez eu me despedir dizendo adeus é o fato dela não ser católica e muito relativista. O pronunciamento da Igreja, seja ele na Bíblia, ou em outros documentos, são para os católicos, então não vejo finalidade de continuar a respondê-la. Até porque ela ou ele está determinado a não querer ouvir.
      Sexualidade é um assunto muito polêmico mesmo, quando escrevo já espero essas coisas. Paciente não sou não, confesso que a reclamação maior do meu marido é minha falta de paciência kkk... Mas procuro receber bem quem chega por aqui, porém, como me ensinou Jesus não posso ficar atirando pérolas aos porcos.
      Obrigada por estar junto, assim vamos mais longe!

      Excluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. o professor felipe no livro ' vida sexual no casamento ' se baseia nos pensamentos de del greco e mohana . parecido com o pensamento do padre léo em ' sede fecundos ' . no entanto , nos textos oficiais do vaticano como : ' casti conubii ' de pio xi , ' pronunciamento aos médicos de 1951 ' de pio xii , ' humanae vitae ' de paulo vi ,' familiaris consortio ' de joão paulo ii ' , ' teologia do corpo ' de joão paulo ii , ' gaudium et spes ' do vaticano ii e ' persona humana ' da congregação para a doutrina da fé aparecem coisas diferentes . tbm no livro ' amor e responsabilidade ' de joão paulo ii antes de ser papa . o problema é que as pessoas não entendem as expressões que são educadas para evitar constrangimentos e muito eruditas . além do mais dom estevão bittencourt e padre paulo ricardo , respectivamente mestre e amigo de felipe discordam dele . dom estevão morreu em 2008 , mas pode ser que o padre paulo mude de opinião como o felipe mudou . estou reunindo os textos do magistério e destes teólogos sobre tal assunto em meu blog . no artigo ' vale tudo entre quatro paredes ? ' concordei com o aquino , mas depois que encontrei os textos dos papas , dos concílios e das congregações mudei de idéia e escrevi o artigo ' sexo no casamento católico : parte 1 - uma análise dos documentos da igreja ' . na parte 2 reunirei os textos de del grego , mohana e os compararei com os de estevão bittencourt e paulo ricardo . além de colocar os textos mais antigos de felipe aquino aos quais ele tinha outra opinião . na parte 3 farei uma análise mais filosófica e pessoal , com algumas citações de olavo de carvalho , amigo do padre paulo . cada autor diz uma coisa diferente e portanto tive que me virar neste assunto procurando tudo sozinho . temos que estudar tbm ao invés de apenas receber tudo pronto do altar , pois do altar as vezes saem opiniões diferentes . mas agora prefiro confiar nas fontes oficiais que penso serem mais competentes . troquei email com o felipe aos quais ele educadamente sempre responde através de seu site , disse que discordava seriamente das suas fontes , mas não entrei em detalhes . pois ele é reconhecido , com fama de santidade e para não causar constrangimento tbm . ele apenas disse que recebeu o imprimatur de dom beni e o auxilio do padre wagner que tem doutorado em moralogia em roma . respondi dizendo que o livro dele na parte sobre tal temática só tinha duas bibliografias : del greco e mohana e nenhum texto do magistério . além do mais trocar a expressão ' sexo oral ' por ' carícia oral ' como ele tanto gosta é eufemismo puro . só posso lamentar . não se pode subir num palco e usar os textos oficiais sobre camisinha e anticoncepcional para criticar a prática de quem os usa e depois esconder a existência de textos tbm oficiais do vaticano sobre outros assuntos e defender a possibilidade da sua violação . mas nossa conversa só ficou por isso . se querer pode enviar um email para ele , ele responde rápido . se quiser procurar os documentos citados acima , além de ler a seção iii da teologia do corpo de joão paulo ii que tbm explica a ' gaudium et spes ' e ' humanae vitae ' que são textos curtos e precisos . embora com expressões difíceis para alguns como ' meio e fim ' e ' unitivo e procriativo , ainda sim bem mais fácil que a ' humanae vitae ' de paulo vi . dá pra comprar o livro ou ler no site teologia do corpo.com.br . mas se achar muito cansativo os procurar e difícil estudar , pode ler meu artigo ,ao quais os reúno . depois escreverei outros , reunindo mais . beijos e abraços . mirdea.blogspot.com .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Ademir por partilhar o que estudou, tudo o que você cita de Papa Pio XII, Papa Paulo VI e Papa João Paulo II já estudei e uso nas minhas pregações de sexualidade. Não é novidade para mim. Sobre as citações de Pio e Paulo VI aprendi com o Padre Léo. (amo o demais esse Padre que muito me ensinou e ensina)
      Visitei seu blog e achei ótima a explicação, porém o meu blog tem o intuito de ser simples e direto, explicando e esclarecendo a verdade de maneira bem simples.
      Mas você (na minha opinião) está interpretando errado, em nenhum momento há uma condenação da caricia oral em nenhum dos trechos que vc mesmo colocou. Portanto, fico com o Professor Felipe e com Padre Léo.
      Mas sempre digo nas minhas pregações, se você não se sente bem e nem precisa desse tipo de carícia para chegar ao pleno prazer com sua esposa então não faça. Só não acho justo com aqueles(as) que precisam.
      Quase todos os dias Ademir lido com mulheres que sofrem em suas vidas sexuais, ou por que viveram uma vida de pecado e devassidão e não conseguem se libertar de tais vícios destrutivos na sexualidade, ou porque levam o sexo para o lado do erro e do pecado se sentindo sujas no ato. Lido com mulheres que NUNCA chegaram ao orgasmo e não gostam de ter relações íntimas com seu esposo. E para mulher a preliminar faz TODA diferença, então se a BÍBLIA e a IGREJA nada tem contra a caricia oral para prepará-las e isso salva a sexualidade de um casamento, jamais você me verá ensinando ou pregando contra por uma interpretação minha.
      Quando o Padre Léo publicou o livro "sede fecundos" ele disse: "Não me venham teólogos fazerem críticas ou objeções, estudei muito e escrevo para CASAIS, não escrevo para padres."
      Ou seja, só quem sabe os benefícios de viver uma vida sexual plena e santa entende a importância de tudo o que ele ensina nesse livro.

      Deus lhe abençoe!
      Paz e bem...

      Excluir
  18. uma coisa é a limitação humana em seguir a doutrina , que se resolve com pastoral . isto é , ir no ritmo : a famosa misericórdia . outra coisa é a doutrina , que de fato é dificil tbm em outras áreas da vida . os casais tbm tem fraqueza quanto a camisinha e o anticoncepcional e nem por isso a doutrina muda . não vejo misericórdia para esses casais da parte do léo e do felipe , do mesmo modo que para os outros casais no quesito discutido aqui . ou vc acha que a maior parte dos casais católicos consegue viver sem camisinha e anticoncepcional ? no entanto o léo e o felipe nunca aprovaram isso , mas o resto aprovam . não duvido que o padre léo tenha dito isso sobre os teólogos . pois o felipe tbm disse , embora seja teólogo . ora , jesus explicava coisas complexas e dificeis de viver em parábolas . que são histórinhas quase que como para crianças , pois o povo já lá era humilde . logo , os teólogos tbm podem . então quando o léo , o felipe e vc falam sobre linguagem fácil e para o povo , é necessário perceber que não significa adaptar o conteúdo , mas a linguagem . jesus explicou a doutrina difícil em linguagem fácil , não mudou . no entanto , tal justificativa parece inverter linguagem com conteúdo . quando se separa os teólogos do povo , sem perceber se está querendo dizer que as parábolas de jesus não eram teológicas ou que os papas não falam para o povo . nada mais errôneo . sim , creio que os casais sofram horrores nesta temática . mas tbm sofrem com os contraceptivos . assim como eu creio que os solteiros sofrem com a masturbação e as vezes até os comprometidos ... ( continua / tive que dividir ... rsrsrs )

    ResponderExcluir
  19. e sim , os textos dos papas , concílios e congregações proibem os três . certos líderes , não todos , da renovação carismática publicarem o " parágrafo 2 " e esconderem o "parágrafo 1 " e até mesmo quando criticados dizerem que tal parágrafo não existe ou é mal interpretado , sim : é hipocrisia . essa facilidade do " judeu " em criticar a limitação do " samaritano " , só será compreendida quando o " judeu " sentir a crítica que sofre o " samaritano " . quem quer misericórdia , que tenha misericórdia . outra justificativa é : " mesmo que seja errado , se pelo menos for no casamento e com amor ... " sim : concordo , mas em partes . depende , os casais não são monoblocos . como diz o evangelho : " para quem muito se deu , muito se cobrará . para quem pouco se deu , pouco se cobrará " . então é questão de casal e não de casais . se estivermos falando dos pequeninos , concordo plenamente. já dos grandes ... sexo é algo dificílimo e até dramático . a doutrina não é dura apenas para " samaritanos " , mas tbm para " judeus " . de duas uma : ou parem certos líderes de criticarem a violação do parágrafo dois , pelo menos com tanta insistência , ou publiquem sobre os telhados e vivam o parágrafo um . a igreja não mudará a doutrina , o que não significa que não haverá a misericórdia . ela é mãe e mãe é mãe . uma coisa é uma coisa , outra coisa é outra coisa : doutrina e pastoral são peças interligadas , mas diferentes . então que se permita os contraceptivos doutrináriamente , já que masturbação não é sexo e portanto não existe a hipótese mais infima. os contraceptivos são alvo da pastoral misericordiosa da igreja , jamais serão artigo doutrinal . o que já é bom , pois o importante é a misericórdia . se eles defendessem tal tese como pastoral , ou misericórdia se preferir essa expressão , concordaria e assinaria em baixo . mas como pregam como doutrina , então eu já prefiro ficar com dom estevão bittencourt e padre paulo ricardo . este último fala sobre isso em alguns trechos de videos sobre sexo . se quiser pode assistir a aula dele : ' idolatria e sexo desordenado ' e a pregação : ' a ação dos anjos e dos demônios ' . então , a mesma frase dita pelo léo , que tbm é afirmada pelo felipe em outras palavras, eu tbm digo . com o acréscimo de que dentro do meu pequeno parâmetro de blogueiro , tbm escrevo para os padres . cuja maioria tbm são simples . e porque não para os teólogos ? portanto , já que tanto no altar como embaixo não há consenso sobre o assunto : cada um por si . desculpe eu me alongar . obrigado . beijos e abraços .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não irmão, os textos não proíbem (a caricia oral), quem proíbe é sua interpretação. Portanto, não se trata de mudar a doutrina!
      Eu escrevo para mulheres, sejam elas cultas ou não, sejam elas conhecedoras da Palavras ou não. E meu jeito é (se ler mais no blog vai perceber) simples e direto. Não admito o relativismo religioso em minha vida, portanto, jamais me verá pregando achismos ou algo sem base doutrinária, mas nesse caso como vc mesmo disse "não há consenso", então fico com Padre Léo e Professor Felipe.
      Não precisa se desculpar, foi ótimo te-lo por aqui!
      Volte sempre.

      Paz e bem...

      Excluir
    2. quanto à dizer que os textos não proibem , já foi discutido . quanto a interpretação dos textos serem particulares , a interpretação do léo e do felipe são particulares e não são de textos do vaticano . já que vc cita padres e teólogos , se quiser tbm pode citar papas . se os textos não proibem a prática como diz ,então é porque vc os entendeu para dizer isto . então faça a sua interpretação , cite os papas permitindo e os leitores poderiam até gostar . pois eu lhe garanto que nestes textos os papas falam de tudo , mesmo . só trocam as expressões famosas que usamos no dia à dia por mais educadas , como : meio e fim , para poder evitar algum constrangimento e até polêmica . não entendi sua afirmação se suas leitoras são cultas ou não , conhecedoras da palavra ou não . confesso que não pensei nelas . li tudo o que vc escreveu , já que vc parece gostar de estudar o tema , se quiser leia meu artigo detalhadamente e mesmo não concordando com as observações após cada parágrafo bibliográfico , vc não precisará reunir todos os parágrafos aos quais eu levei umas 12 horas para recolhê - los . se vc prega em alguma igreja poderá citá- los todos sem esquecer de nenhum . depois irei recolher os textos da seção iii das catequeses da ' teologia do corpo ' , que usam as mesmas expressões . são curtos e mais fáceis . tem o site oficial dele e o livro tbm . inclusive tem um video do padre paulo ricardo só sobre elas . se quiser compre o livro ' amor e responsabilidade ' do cardeal karol wojtyla , escrito antes de ser eleito papa joão paulo ii . o livro ' afetividade e sexualidade ' do padre mário marcelo coelho , da própria editora canção nova . inclusive outros pregadores de lá discordam deles , é só procurar a pregação . só posso dizer sinceramente que eles estão errados , o que eu podia escrever já escrevi no artigo . se vc acha que minha interpretação de certos " palavrões " teológicos foi inventada , tudo bem . prefiro justificar os argumentos , não qual a potencial intensão intelectual ou sentimental de minha pessoa . que à mim não interessam falar . de qualquer modo , continue lendo . existem vários livros na seção matrimônio das livrarias católicas . dá pra comprar estes documentos tbm nas livrarias . são livrinhos finos de 50 à 100 páginas entre 5 e 10 reais . mas estão na íntegra já traduzidos em português no site do vaticano . apenas a ' casti conubii ' não . mas dá pra achar em português no google . se quiser monte uma bibliografia bem grande sobre ' igreja e sexo '. todo escritor tem que ler toneladas . não vou escrever de novo , não precisa responder . beijos e abraços .

      Excluir
    3. respondo a todos os comentários e não deixaria de respondê-lo, só se eu não tivesse tempo para responder. Eu agradeço suas "indicações" e dicas, mas posso te garantir que conheço as livrarias católicas e os preços dos livros (kkkk...) As vezes a gente pensa que por que estudamos o conhecimento é todo nosso e que ele não chega a todos. É aí que procuro vigiar, pois não sou melhor por ler ou estudar, na verdade isso de nada me adiantará se não aprender a amar!
      Hoje sei que todo católico (escritor ou não) precisa ter antes de toneladas de livros, toneladas de amor e santidade.
      É isso que importará no final!
      Paz e bem...

      Excluir
  20. Trabalho em um posto de saude e ja precisei atender diversas damas da noite. Gente, voces nao imaginam o tanto de clientes religiosos que elas dizem ter. A historia é sempre a mesma: os homens casam com mulheres virgens ou de pouca prática e quando chega na noite de núpcias, essas mulheres ficam revoltadas ao notar que os homens podem querer oral e anal. O tempo passa, os homens vão ficando frustrados e acabam procurando garotas de programa. para diversão, a rua, a mulher fica em casa só fazendo papai e mamãe.

    Acho isso uma hipocrisia. Sexo é conversa. Se não gosto de uma coisa, falo logo. Se gosto e não sinto dor, faço. Casou comigo sabendo o que poderia fazer ou não. Com certeza não tem motivo para procurar fora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá anonimo... eu tinha prometido que ia apagar comentários como o seu... porque não adianta explicar nada para quem está determinado a não entender.
      Falo aqui de sexo seguro, falo de cristianismo, catolicismo. Falo com mulheres de Deus que querem antes de tudo fazer a vontade do Senhor, que é boa, perfeita e agradável. Não estou aqui pregando para mulheres que vive de "achismo". E nem para hipócritas. Ensino a pureza e a liberdade da vida sexual. Ensino o que a Igreja me ensina, e o que vivo. Sexo é lindo e foi criado por Deus!
      Geralmente esses homens como o que vc relata aí vem de uma vida sexual depravada e precisam ser libertos de práticas mundanas.
      O que leva um homem ou uma mulher ao adultério, não é a ausência de sexo anal, e sim a ausência de Deus!
      Essa historinha de que "vou fazer, senão ele procura fora" não cabe aos padrões da família verdadeiramente católica.
      Você é livre para "achar" o que quiser. Como nós aqui somos livres para "achar" o que Deus diz!

      Excluir
  21. Duro é que tem homens que acham que nós mulheres temos que ser a Daiane dos Santos na cama. Faça-me o favor! Meu corpo é templo do Espírito Santo. Ainda que casados, devemos ter prudencia pois o papel principal do sexo no matrimônio é para procriação e não colocar somente o prazer pelo prazer. Isso é muito vazio. Tanto é que deve ser vivido somente depois do casamento. Me poupem as mulheres que aceitam tudo na cama. Mais de que adianta aceitar tudo nessa terra e correr o risco de perder TUDO no céu, só porque escolheu agradar um homem e não a Deus.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ameiii seu comentário!!! É isso aí!!!!

      Excluir
    2. Ameiii seu comentário!!! É isso aí!!!!

      Excluir
  22. A Bíblia não condena sexo oral ou anal entre marido e mulher, e sim o sexo entre pessoas do mesmo sexo. Dito isso, para pessoas casadas, cada um que decida o que lhe é permitido ou não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. você não entende nada de Bíblia, a interpreta de modo particular. Sou católica, filha da Igreja, assim vivo e assim ensino aqui nesse blog.

      Excluir
  23. Legal a ideia de que se uma pessoa pensa de forma diferente "ela não entende nada". O que eu disse é que a Bíblia não cita em momento algum sexo entre casados, mas condena a prática com pessoas do mesmo sexo, animais, entre outros exemplos. A interpretação do que não pode nesse caso é sua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eu não "penso diferente" de você. Apenas penso igual minha Igreja, aliás não apenas penso, mas vivo. Posso??? Obrigada, de nada!

      Excluir
    2. Pode sim, só não pode dizer que quem usa a Bíblia e não a Igreja quando defende um ponto "não entende nada".

      Excluir
    3. ô minha querida.... para encerrar esse assunto por favor me entenda! Quando disse que você não entende de Bilbia, não estou dizendo que nunca leu, digo que a interpreta de modo particular, tipico do protestantismo. É livre para fazer isso, porém, eu não faço isso. SOU CATÓLICA. Tenho o magistério e a tradição que são coluna e sustentáculo da VERDADE.

      Excluir

Obrigada por deixar seu comentário, ele é muito importante pra nós! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...