terça-feira, 30 de abril de 2013

A droga mais perigosa: O ÁLCOOL

Hoje quero falar sobre algo que não mostra os hits sertanejos nem passa nas propagandas de cervejas...


 
Quero falar sobre a droga mais perigosa que existe: O ÁLCOOL!

O que vemos nas propagandas: mulheres bonitas, semi-nuas, homens engraçados, todo mundo muito feliz. Geralmente o cenário é de praia, piscina ou lugares cheio de gente bonita e feliz. Nunca mostram bares sujos, cheio de bêbados, com aquela felicidade falsa como vejo aqui perto de casa e muito menos acidentes de trânsito.

Saio de casa para trabalhar as seis da manhã, e esses dias vi um homem sentado na porta do bar esperando abrir. Imagina a que ponto chega a pessoa? Que doença maldita é essa?! E isso não mostra nos comerciais.

De 48 artistas famosos do gênero sertanejo, apenas 7 não possuíam nenhuma música abordando a temática (bebedeira), e 85% das duplas abordam o assunto em pelo menos uma canção. (pesquisa feita por Mariana Lioto em seu mestrado)
O trabalho de Mariana catalogou 243 letras de sertanejos que citam bebidas, ex.:
É meu defeito, eu bebo mesmo
Beijo mesmo, pego mesmo
E no outro dia nem me lembro.
É tenso demais!”
Trecho de ‘É tenso’, de Fernando & Sorocaba
Minha princesa, bebe cerveja
Sobe na mesa e pira o cabeção
Cara metade minha alma gêmea
Eu sou cachaça ela é meu limão
Trecho de 'Tipo Fiona' 
Essa daí que bebe e sobe na mesa, pode ser tudo menos princesa! Não é?! rsrsrs...

A versão apresentada pelos comerciais e músicas são completamente diferente da realidade.

Sou filha de alcoólatra e só de escrever isso passa um filme na minha cabeça de coisas tristes que vivi até hoje.
Meu Pai bebe desde adolescente, quando ele conheceu minha mãe estava sóbrio lutando contra essa doença, e minha mãe se casou sem saber disso.
Aí você deve saber como é alguém bêbado... chato, fala demais, fica sem graça, ri a toa, alguns ficam mais amorosos, abraçando, beijando, amando o mundo, outros ficam agressivos, e só de olhar querem briga e chegam a extremos de violências, outros ficam distantes, repetem a mesma coisa o tempo todo, ficam escandalosos e etc... Fora a tristeza que é quando passam mal.
Meu Pai é do tipo que fica chato, falando o tempo todo, e as vezes suas palavras magoam. Mas o mais triste é vê-lo bêbado, passando mal, com dificuldades pra andar, com aquele olhar... :'(

Ele é um homem muito responsável e trabalhador, admiro muito a força que ele tem. É alegre, engraçado, muito prestativo, ajuda muito quem precisa dele. É um avô muito paciente e amoroso. Mas a bebida destrói tudo isso. É como se olhasse nos olhos dele e lá estivesse outra pessoa.
E quando falo que alcoolismo é doença que exige tratamento, ele não reconhece que está doente, diz que não é viciado. O que é comum em muitos.

Por ser uma droga socialmente bem vinda, e encontrada tão facilmente (até em festas e quermesses na Igreja), as pessoas tem dificuldade em reconhecer e admitir a doença.

Qualquer um (mesmo sendo menor de idade) pode comprar bebida alcoólica, ela faz parte da festa. Ou melhor ela é a festa! Algumas pessoas não conseguem festejar se não estiverem bebendo.
É como se o álcool fosse a felicidade, e estar bebendo fosse "tudo de bom"! Como é triste ver isso.... :( E agora embalados pela música é lei: festa tem que ser regada a muita bebida!

Nunca ouvi uma música relatando as inúmeras doenças causadas pelo alcoolismo, que vai desde impotência sexual até câncer. (saiba mais) Nunca vi um comercial de cerveja mostrando homens e mulheres perdendo o controle de seu próprio corpo, chegando a dormir pelas ruas e até sofrendo violências. Não contam nessas músicas o sofrimento da família, não mostram filhos chorando escondido ao ver seu pai ou mãe chegando bêbados, ou lidando com a ausência deles.
O que não te contam é que hoje você bebe por curtição, amanhã pode estar dependente ou até usando drogas mais fortes como cocaína e crack.
Com uma proposta de felicidade e liberdade, ela chega devagar e te aprisiona!


Quando era adolescente achava que o mal estava no casamento. Por ver meu Pai e outros familiares dependentes do álcool, achava que todo homem bebia, então decidi: não iria casar! Depois conheci o Senhor e vi que nem todo homem bebe, então decidi: NUNCA iria namorar com quem bebesse, e assim fiz!

Já ouvi que isso é trauma e que beber não faz mal desde que não seja vicio (o que é verdade). Mas como a linha entre o beber socialmente e a doença é tão curta e imperceptível resolvi radicalizar. Casei com um homem que não gosta e não bebe NADA!!!

Meu marido sofre quando diz que não bebe, muitos ficam zuando dizendo que ele é bobo, pau mandado de mulher, vejo as vezes que ele é até desprezado das rodinhas de homens. GRAÇAS A DEUS, ele enfrenta tudo isso com muita serenidade. Quantas vezes em festas o garçom acha estranho quando recusamos a cervejinha ou outras bebidas alcoólicas. É como se fossemos um "ser de outro mundo"! E preferimos ser assim, do que correr o risco de ver nossos filhos sofrendo.
Meus filhos NUNCA irão ver os pais alcoolizados!!! NUNCA!!! E Deus irá nos ajudar a cumprir isso!

De fato quem não bebe enfrenta a pressão da sociedade, que cada dia mais em busca de liberdade cai nessas armadilhas disfarçadas de coisas boas.

Sabe por que digo que essa droga (álcool) é a mais perigosa?
Porque é vista como curtição, como algo inofensivo, mas é porta de entrada para outras drogas e DESTRÓI famílias!!!

Sim! Destrói famílias!!! A família também fica doente. (clique aqui e leia artigo sobre a família e o álcool)
Se você como eu já teve a grande tristeza de ver alguém que ama bêbado, sabe a dor que é! Acontece em nós um misto de raiva: primeiro da pessoa, depois da droga, até de si mesmo.
Pensava assim: Será que ele prefere o bar porque aqui em casa é ruim? Será que não gosta de mim?
Até o ponto de (com a ajuda de Deus) conseguir enxergar a doença. O que não é nada fácil! Até hoje luto pra conseguir isso!

Precisamos abrir os olhos, enxergar essa droga, lutar contra ela. Não permitir que ela entre em nossas casas e destrua tudo.
Você ou seu marido/namorado, bebe todo fim de semana? Acenda a luz de alerta aí! O álcool precisa ser visto e tratado como uma droga, porque é UMA DROGA!!! Vicia e mata!!!
Sem falar que é pecado:
Os bêbados não hão de possuir o Reino de Deus (I Cor 6,10)
Enquanto a gente aceitar essas propagandas, cantar e dançar essas músicas que promovem o uso dessa droga, enquanto olharmos como algo totalmente inofensivo, ela vai continuar destruindo pessoas e lares.

De que lado você vai ficar?
O que quer para seu casamento?
O que quer para seus filhos?
O que quer para você?

Escolha a verdadeira alegria e liberdade.

Paz e bem...

Para princesas que acham que beber é normal leia aqui.

CURTA NOSSA PÁGINA: https://www.facebook.com/BlogParaPrincesas

quarta-feira, 24 de abril de 2013

Côrte - relacionamento radical segundo a maneira de Deus

Daiana Vieira Lopes

Ministério de Comunicação Social – Diocese de Montenegro
Como já havia prometido, hoje vou escrever um assunto um tanto que diferente: a côrte. Você já ouviu falar em côrte???



Bom, a côrte é um relacionamento radical segundo a vontade de Deus. É o inicio de amizade iniciada por dois jovens, que tem como meta um possível casamento.

Na côrte, o casal deve aproveitar para se conhecer (o que cada um gosta, qualidades, defeitos, etc...) Após esse período (que depende de Deus e de cada casal), normalmente os dois se casam formando uma só carne.



O casal que deseja fazer a côrte precisa ter o acompanhamento dos pais e líderes, pois a experiência e a autoridade deles são fundamentais para liberar ou corrigir qualquer atitude.



A côrte é uma maneira de Deus preparar um casal para fazerem uma aliança no futuro. Por isso, a importância da amizade, de conversar sobre planos pessoais e profissionais, e acima de tudo, serem sinceros um com o outro.


Imaginem vocês que a côrte é uma arvore frutífera, que se for bem cultivada em solo espiritual, vai começar a dar frutos de amor, respeito e admiração. A côrte é diferente do namoro, pois o casal não manterá nenhum tipo de contato físico, incluindo beijo (beijo só depois do casamento). Esse relacionamento radical é um processo de construção de um sentimento. É preciso guardar o sentimento. Guardar é não tomar o fruto antes que ele esteja completamente maduro, antes do tempo certo. A côrte ensina a administrar as emoções. No namoro é muito comum ciúme e cobrança, é comum que se aflorem sentimentos que não fazem bem para o fruto que você está guardando.

Muitas vezes esse sentimento causa tristeza, brigas e até depressão, dependendo da situação. Os casais saem machucados, e a ferida pode levar um tempão para ser curada.

Na côrte, você tem uma escolha, que é administrar essas emoções. Pois, terá cobertura espiritual da família, líderes e principalmente de Deus.



Nós como cristãos precisamos resgatar valores de Deus, e não do mundo. O amor precisa ser despertado a partir do nível espiritual e intelectual da pessoa e não por coisas materiais.

Durante esse período quem tem total autoridade espiritual sobre os cortejantes são os pais.



Não existem regras para esse relacionamento radical. É o próprio casa quem as faz. Pois, cada um reconhece suas próprias fraquezas e limitações, e sabem até que ponto podem chegar para não despertar sentimentos fora do tempo.



A côrte é para quem ama a Deus e deseja ardentemente um avivamento com o Senhor.

Nenhum casal é OBRIGADO a fazer a côrte. Mas quem deseja crescer e amadurecer em um nível es´piritual mais elevado, esse relacionamento vai te preparar pra isso



Se você sente esse chamado, comece colocando em oração e peça para o Senhor te dar forças na espera e coragem para viver esse relacionamento radical, que tem como objetivo felicidade verdadeira.

"Se entregue a Deus agora, e Ele cumprirá os desejos do seu coração!"


Mais uma vez agradeço a princesa Daiana Vieira Lopes pelo artigo, que pra mim é novidade, ainda não tinha conhecido.
Obrigada!!! :)

E você vive isso? Conte-nos sua experiência...
E você que não conhecia o que acha???

Paz e bem...

Curta nossa página no face: facebook.com/blogparaprincesas

terça-feira, 16 de abril de 2013

E quando os valores começam a se inverter???

Princesas.. quantas saudades de escrever para vocês!!! Sinto-me até envergonhada por não estar tão presente no blog, mas sempre rezo e intercedo por todas vcs!!!

Queria falar com vocês sobre algo que vem me chamando muito atenção nos últimos dias... tenho alguns amigos homens, e tenho escutado muitas reclamações deles: Nossaaaaa a mulher não se valoriza, mulher hoje em dia só que quer conquistar aquele cara porque ele tem dinheiro ou uma posição social favorável, é a mulher que não quer viver mais a santidade do namoro... nossas quantas inquietações!!!!

O fato é que nos dias de hoje, é careta ser da igreja, é careta seguir aquilo que a igreja nos pede. Antigamente o homem que era tido como o canalha da situação, aquele que não queria se envolver, troca de lugar com as mulheres, que muitas vezes tem tomado essa postura de depravação. E é muito triste, especialmente porque o inimigo vem conseguindo aquilo que ele deseja, que as pessoas curtam a vida sem se envolver, sem compromisso, o prazer pelo prazer, sem querer constituir uma família!!!

A realidade é que existem sim homens que desejam viver na vontade de Deus, mas encontram mulheres que vivem sobre a influência do mundo e que querem somente curtir, sem compromisso, e muitas vezes esses homens se revoltam também e se afastam da graça de Deus.

É preciso vigiar nossas atitudes, especialmente nós que estamos dentro da igreja, justamente pra não dar contra testemunho daquilo que vivemos. E se estamos dentro da igreja não significa que estamos imunes ou que somos melhores, pelo contrário. Como diz a palavra de Deus no Evangelho de São Marcos 2.17 “E Jesus, tendo ouvido isto, disse-lhes: Os sãos não necessitam de médico, mas, sim, os que estão doentes; eu não vim chamar os justos, mas, sim, os pecadores ao arrependimento.

Em tudo sê princesa!!! Meninas que possamos orar e vigiar para nos unir à vontade de Deus e especialmente para não darmos contra testemunho da fé que professamos. Se desejamos um príncipe ungido, que possamos ser princesas ungidas!!! E dar testemunho com a nossa vida, com as nossas atitudes!!! Coragem Deus nos ajuda a carregar os fardos!!! Ele nunca nos abandona!!! Amém????

Bjs... paz e bem!!! Deus abençoe!!!




quinta-feira, 11 de abril de 2013

Homossexualismo e a destruição das famílias

"A família é base da sociedade e o lugar onde as pessoas aprendem pela primeira vez os valores que lhes guiam durante toda sua vida" Beato João Paulo II

O grande alvo de satanás é a família. Por que?
Porque destruindo as famílias ele destrói toda a humanidade. Aquilo que sou vem de onde venho.

E o que vemos no mundo?

Uma grande desvalorização da família! :(

Divórcios, homossexualismo, alcoolismo, drogas, depressão, adultério...TUDO ISSO VEM DESTRUINDO AS FAMÍLIAS!!!

E isso é um fato! Até quem não é cristão vê que o mundo tem perdido a noção do que é uma família. Mas esses dias tem se falado muito sobre homossexualismo, por causa da repercussão que teve o caso da Daniela Mercury que "assumiu" sua união homossexual.

Recebi o seguinte comentário:

Fabiana, você nunca falou sobre homossexualismo no blog, por que? Você viu a Daniela? O que fazer, parece que falta homem?

Bom, vamos lá...

Nosso blog é voltado para mulheres cristãs, que já conhecem o Senhor, que estão em busca de formação voltada para o lado afetivo.
Mas trabalho com jovens na Igreja e sei que surgem muitas duvidas sobre o homossexualismo. Nunca quis falar sobre isso porque não é nosso foco.

Eu vi sim, o caso da Daniela Mercury e acredito que esse caso é só mais um fruto de uma sociedade que perdeu valores cristãos.
Nós mulheres de Deus não podemos nos prender em estatísticas mundanas, o que importa se existe mais homens do que mulheres?!...o que importa se alguém saiu por aí contando quantos homens e quantas mulheres tem no mundo?!
Nós princesas confiamos e seguimos um Deus que cuida de nós, que nos vê como filha única, e tem planos pra nós!!!
Estatísticas mundanas não nos convence! Confiamos em Deus!!!

Vamos parar de dizer que a fulana se casou com outra mulher, ou que o cara se casou com um homem. Casamento é uma união para constituir uma família, é matrimônio. Como posso ser um só com alguém do mesmo sexo?

Temos que preservar o casamento, para assim preservarmos a família!

O Papa João Paulo II, na Carta às Famílias, chamou a família de “Santuário da vida” (CF, 11). Santuário quer dizer “lugar sagrado”. É ali que a vida humana surge como que de uma nascente sagrada, e é cultivada e formada. É missão sagrada da família: guardar, revelar e comunicar ao mundo o amor e a vida.

Através do casamento nasce uma família!

Entende a importância do casamento?

Não aceito o homossexualismo!
Aí escuto: Nossa... como assim temos que amar o próximo, como pode esse preconceito!
Veja bem: não aceito o homossexualismo e isso não se refere a pessoa e sim a prática!

Olha o que diz a Igreja:

A tradição sempre declarou que “os atos de homossexualidade são intrinsecamente desordenados” (CDF, decl. Persona humana, 8). São contrários à lei natural. Fecham o ato sexual ao dom da vida. Não procedem de uma complementaridade afetiva e sexual verdadeira. Em caso algum podem ser aprovados”.


§2358 – “Um número não negligenciável de homens e de mulheres apresenta tendências homossexuais profundamente enraizadas. Esta inclinação objetivamente desordenada constitui, para a maioria, uma provação. Devem ser acolhidos com respeito, compaixão e delicadeza.  Evitar-se-á para com eles todo sinal de discriminação injusta. Estas pessoas são chamadas a realizar a vontade de Deus em sua vida, e se forem cristãs, a unir ao sacrifício da cruz do Senhor as dificuldades que podem encontrar por causa de sua condição”.

Olha o que diz a Palavra de Deus:

Lv 18,22: “Não te deitarás com um homem como te deitas com uma mulher. É uma abominação”.
Lv 20,13: “O homem que se deita com outro homem como se fosse uma mulher, ambos cometem uma abominação, deverão morrer, e o sangue cairá sobre eles”.
Rm 1,26s: “Deus os (pagãos) entregou-se a paixões aviltantes: suas mulheres mudaram as relações naturais por relações contra a natureza; igualmente os homens, deixando a relação natural com a mulher, arderam em desejo uns para com os outros, praticando torpezas homens com homens e recebendo em si mesmos a paga da sua aberração”.
1Cor 6,9s: “Não sabeis que os injustos não herdarão o Reino de Deus? Não vos iludais! Nem os impudicos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os depravados, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os injuriosos herdarão o Reino de Deus”.
1 Tm 1,9-11: “Sabemos que a Lei não é destinada aos justos, mas aos iníquos e rebeldes, ímpios e pecadores, sacrílegos e profanadores, parricidas e matricidas, homicidas, impudicos, pederastas, mercadores de escravos, mentirosos, perjuros e para tudo o que se oponha à sã doutrina, segundo o Evangelho da glória do Deus bendito, que me foi confiado”.

Diante disso tudo, pode um cristão ser a favor do homossexulismo???
Não podemos aceitar essa prática, isso não significa não aceitar a pessoa, mas sim aquilo que ela faz.

Recentemente tive a oportunidade de conversar com uma moça que pensa ser homossexual, nossa breve conversa:

Eu: Você acha que podemos ter controle sobre nossas vontades?
Ela: Sim!
Eu: Acha que só porque quero alguma coisa, tenho que fazer, por não conseguir controlar o meu desejo?
Ela: cada um faz o que quer!
Eu: Pois é! Se temos controle sobre nossas vontades, nada explica a prática homossexual. Se quero posso, se não quero não vou ceder só porque senti vontade de ter relação com alguém do mesmo sexo. Somos seres humanos, temos vontade, temos liberdade conquistada a preço de sangue por Jesus, não é porque me deu vontade de ficar com uma mulher que vou ficar. Eu controlo meus desejos! Faço aquilo que é melhor pra mim, ou seja, faço aquilo que Deus quer pra mim!!!
Ela: Nossa, nunca tinha pensado por esse lado!

A família é a base de tudo, e essa história de casamento gay não podemos aceitar.

Aqui estão em jogo a identidade e a sobrevivência da família: pai, mãe e filhos. Está em jogo a vida de tantas crianças que serão discriminadas de antemão, privando-se do amadurecimento humano que Deus quis que se desse com um pai e uma mãe. Está em jogo o rechaço direto à lei de Deus, gravada, ademais, nos nossos corações. (Papa Francisco)
Tenho uma querida prima que é homossexual, amo ela só não amo o homossexualismo, jamais ela irá escutar de mim qualquer palavra que a desrespeite, mas se um dia vier me perguntar o que penso, vou dizer. Porque amá-la não me faz amar a prática homossexual.


Paz e bem...


quarta-feira, 3 de abril de 2013

Prefiro a segunda-feira!

Ontem depois de mais um dia de cruz e muitas lágrimas, deitei com meus filhos... O Gabriel é carinhoso, sensível, meu ajudante e companheiro (7 anos) e o Léo meu pequeno, esperto, amoroso, tem uma pressa de viver e aprender (4 anos).
Não consigo descrever o quanto amo esses meninos...

Deitamos os três na minha cama (meu marido no trabalho)... abracei forte e mil coisas se passaram na minha cabeça... chorei mais (escondido)...

Toda noite rezamos juntos, e desde domingo quem conduz a oração é o Gabriel... queria muito que o principal motivo das orações dele pudesse ouvir... porque se eu contar ela vai pensar que estou exagerando, ou inventando.
Ele reza com tanta fé, com tanta esperança e ao mesmo tempo com tanta dor...
...
Contei uma história e antes que eu terminasse com o final feliz eles já estavam dormindo.
E minha dor não me deixava dormir...

Queria que o tempo não passasse mais, não queria que meus filhos crescessem, queria protegê-los do mundo.
Entrar trancar o portão e não sair de casa NUNCA MAIS!
Palavras como: DROGAS, CIGARRO, ÁLCOOL, VICIO, PROSTITUIÇÃO, HOMOSSEXUALISMO queria que fossem extinguidas do convívio deles. Mas como fazer???
Como fazer quando o mundo entra em nossas famílias?
:'(

Rezei por eles e por todas as crianças... mas rezei como quem confia que Deus NUNCA nos desamparará.

E cheguei a uma conclusão:

Prefiro a segunda!
Isso mesmo!
Parece que todos vivem em função da sexta. Ficam torcendo pra chegar a sexta, pra ter feriado.
Esses dias um colega de trabalho me pediu o calendário para olhar quando será o próximo feriado.
Fazendo planos pro fim de semana, como se só pudéssemos ser feliz no fim de semana.

Hoje então revelei esse segredo e fui muito criticada... PREFIRO A SEGUNDAAAA!!! 

Não tenho mais pressa. Talvez porque eu saiba, lá no fundo, que a próxima fase sempre é mais difícil, talvez porque aprendi com o Senhor que a cada dia basta seu cuidado.

Não espero a sexta, nem quero que ela chegue! Vivo o hoje! Hoje é dia de aproveitar meus filhos, hoje é dia de estar com Senhor, hoje é dia de conversão! HOJE!!!

Paz e bem...
 



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...