segunda-feira, 30 de abril de 2012

Um pouco de mim...

Como esse blog me faz bem...
Sempre fui católica, meus pais me batizaram, fiz catequese para primeira Eucaristia, Crisma, com onze anos fui cantar nas Missas com a minha mãe, como amava servir ao Senhor ali. As Celebrações Eucarísticas aconteciam na garagem da casa de uma mulher da nossa comunidade, tudo tão simples, e essa simplicidade trago na lembrança com muita alegria. 
Sempre fui gordinha, isso não me incomodava até entrar na adolescência, não posso dizer que não sofri, pois que adolescente não quer ser como manda o padrão do mundo? Eu era uma delas, queria ser magra. 
Me lembro de um dia, devia ter uns doze anos, a professora de educação física na escola resolve pesar os alunos, até hoje não sei porque ela fez isso. Nossa que terror... fizemos uma fila, e ela falava em voz alta o peso dos alunos, dá pra imaginar meu coração?!
Quando chegou minha vez ela disse bem alto: oitenta quilos, nooosssaaaa!!!
Todos riam muito, não sofria o tão falado bullying, mas por dentro fiquei destruída, e se já tinha dificuldades em fazer amigos, com a auto-estima baixa a situação piorou. 
Era sozinha... conheci então a Louise, fomos estudar na mesma sala, e ficamos amigas, através dela me tornei mais sociável. Não imaginava que essa amizade ia ser pra vida toda. Era o Senhor me dando mais um presente.
E fazia dos estudos e do serviço na Igreja a minha vida. As vezes me escondia atrás do "título" de boa aluna e boa salmista. Não era feliz, me faltava algo, me faltava Deus. E pode acreditar... mesmo estando na Igreja não conhecia Jesus. 
Quando tinha quinze anos já tinha emagrecido bastante pesava uns 60 quilos e meu manequim foi pra 40. Minha fase mais magra! hahahaha...
E apesar de estar mais bonita de me cuidar mais, por dentro, tinha muitas feridas, e não me relacionava com ninguém. 
Fico pensando... será que ninguém me olhava, ou eu que não via porque me sentia um lixo?!
Nessa época já participava de encontros de jovens e buscava um lugar pra mim dentro da Igreja, um lugar que eu gostasse de estar. 
Aos 16 anos tive um sonho... estava montando um grupo de jovens na minha comunidade. Contei pra minha mãe, que partilhou com uns irmãos de comunidade e em três meses nascia o grupo de oração que Deus escolheu pra mudar minha vida.
Como fui curada... aos poucos Deus foi restituindo tudo o que na adolescência eu perdi.
Nessa época que aconteceu meu primeiro beijo. 
Conheci através do grupo muitos jovens, dentre eles o felizardo... éramos amigos, ele ficava me cortejando, e depois de alguns meses não resisti. Mas não passou de um único e derradeiro beijo.
Foi o beijo da cura! hahahahaha... Não o beijo em si, mas tudo o que ele fazia por mim, me fez perceber que eu era querida.
Porque nessa época, do amor de Deus eu não tinha duvida, mas vejo que foi Deus quem colocou esse moço em minha vida para me ajudar. Eu pensava que ninguém nesse mundo ia gostar de mim, só minha família e Deus.
A partir daí não me achava mais feia, pelo contrario fiquei mega convencida. :)
Com dezessete anos tive minha primeira experiência de namoro que durou um ano e meio, éramos amigos e irmãos de comunidade, buscávamos a Deus juntos. E por Deus me usar pra pregar e testemunhar seu amor, meu namoro virou exemplo pra muitos jovens. Valeu a pena! 
E depois veio o sofrimento porque Deus me fez esperar. 
Um senhor (Geraldo) amigo da minha família, homem de muitos dons e muita oração, quando terminei meu namoro rezou por mim e me aconselhou: "Quando quiser alguém, não vá atrás, peça pra Deus e se for da vontade d'Ele você receberá a benção." 
Conheci o Ricardo, hoje meu marido, me encantei... ele tinha tudo o que eu pedi pra Deus, mas como princesa que sou não ia correr atrás. Sofri as demoras de Deus... e como foi bom.
Trabalhávamos juntos, conversávamos, mas só. Chegamos a ir no cinema uma vez bem no começo da minha caminhada de espera. Ele me paquerava, mas não tomava atitude nenhuma. E eu pensava que ele não gostava de mim. E esperava... 
Tinha dias que eu ficava firme na espera, tinha dias que eu dizia ao Senhor: Não vou esperar mais, namorarei o primeiro que aparecer!
Mas quem disse que eu conseguia?! 
As oportunidades aconteciam, porque estava à frente de um grupo de oração, era vista por alguns como "modelo", muitos na carência me olhavam e pensavam ter encontrado sua princesa, nem viam meus defeitos. E isso me assustava, pois queria alguém que me olhasse como uma mulher de Deus que sou, mas como uma pecadora que também sou. Confesso que nessa época posso ter defraudado... me arrependo, pois não devia ter dado esperanças que eu não pudesse suprir.
Enquanto isso meu coração estava à espera daquele moço mega tímido, que trabalhava comigo, me olhava, sorria, e conversava comigo na hora do almoço. Pode parecer doido, mas eu tinha uma intimidade com Deus que com certeza não ia falhar na hora de esperar. Deus me fazia esperar porque tinha planos pra mim.
Depois de dois anos de espera, o Senhor encorajou o Ricardo que me pediu em namoro. Oh Glória!!!
E daquela menina toda ferida, com auto-estima baixa, sem a verdadeira alegria não tinha nem lembranças, porque um dia me entreguei nos braços do Senhor! E gordinha sou até hoje. Me preocupo sim, quando entro na obesidade, com a minha saúde. E como toda mulher, as vezes me sinto linda, as vezes feiinha... mas me cuido pois sei meu valor, e quando me esqueço olho pra cruz do Senhor!
E sempre digo: vale a pena esperar e sofrer as demoras de Deus!!!


Força princesa!!!
Vamos juntas!
A paz do Senhor...


7 comentários:

  1. Que história linda ! Isso dá esperança, para as gordinhas que se sentem feias e um lixo ! Parabéns ! é uma motivação para muita gente !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo comentário! Deus tem o poder de mudar nossa história! ;)

      Excluir
  2. Que Lindo! Me identifico muito com o começo da sua história! Hoje tenho 18 anos, estou namorando à quase 2 anos, e esse namoro está nas mãos do Senhor! Parabéns, e sim, vc é Linda! Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oiie,me identifiquei muito com sua história, a unica diferença é que não foi o peso, mais sim o fato de ser muito tímida e de sempre achar que não estava dentro dos padrões de beleza impostos pela nossa sociedade que me incomodava muito.Hoje tenho certeza que sou linda do jeito que eu sou, e que Deus não esta demorando ele esta caprichando. Parabéns pelo blog!! Bjos

    ResponderExcluir
  4. Adorei o post....obrigada pela forca e pela ajuda

    ResponderExcluir

Obrigada por deixar seu comentário, ele é muito importante pra nós! ;)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...